Open Banking
Open Banking

O Open Banking ou Sistema Financeiro Aberto é uma iniciativa do Banco Central do Brasil que tem como principais objetivos trazer inovação ao sistema financeiro, promover a concorrência, e melhorar a oferta de produtos e serviços financeiros para você, consumidor. Você, pessoa física ou jurídica, é quem decidirá quando e com quem deseja compartilhar seus dados. O Open Banking assegura a padronização do compartilhamento de dados e serviços.

VOCÊ NO CONTROLE

VOCÊ NO CONTROLE

Você escolhe como, quando e com qual instituição participante quer compartilhar os seus dados. Você pode interromper o consentimento a qualquer momento.

SEGURANÇA E PRIVACIDADE

SEGURANÇA E PRIVACIDADE

O compartilhamento dos seus dados só poderá ser concluído com o seu consentimento. O processo será 100% digital e realizado dentro de um ambiente totalmente seguro.

SIMPLES E PRÁTICO

SIMPLES E PRÁTICO

Sempre que você quiser, a qualquer hora e em qualquer lugar, será possível compartilhar seus dados com a instituição escolhida.

COMPARTILHAMENTO GRATUITO

COMPARTILHAMENTO GRATUITO

Você poderá dar acesso aos seus dados.

Fases de implementação

Entenda e aprenda

Sempre que um conceito novo aparece, muitas dúvidas podem surgir.
Aqui você encontra artigos sobre os assuntos do Open Banking.
Explore e aprenda mais sobre a iniciativa.

Notícias e eventos

Quem participa


Entenda quais instituições estão envolvidas no Open Banking.


Saiba Mais

Perguntas frequentes

O Open Banking, ou sistema financeiro aberto, propicia o compartilhamento padronizado de dados e serviços por meio de APIs (Application Programming Interfaces) por parte de instituições participantes e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. No caso dos dados pessoais, o cliente (pessoa física ou jurídica) é o titular desses dados e decidirá quando e com quem ele deseja compartilhá-los, desde que seja com finalidades específicas e prazos determinados.
Com o Open Banking espera-se a entrega de produtos e serviços financeiros a consumidores com maior agilidade, conveniência e segurança. Além da possibilidade de integração da prestação de serviços financeiros à jornada digital do consumidor, são fornecidas condições para o surgimento de modelos de negócio que têm o cliente no centro. Esses novos modelos, que podem envolver, por exemplo, comparadores de preços, produtos e serviços, possibilitarão ao consumidor maior visibilidade e controle de sua vida financeira, bem como o acesso a produtos personalizados e a condições financeiras mais vantajosas e adequadas às suas necessidades, interesses e objetivos.

O Open Banking será implementado de forma gradual e em fases. A 1ª fase começa com a abertura de dados das próprias instituições participantes em relação a seus canais de atendimento e os produtos e serviços mais relevantes que oferecem. Essa 1ª fase não envolve o compartilhamento de dados de clientes.

Veja abaixo as fases posteriores:

Na… Você poderá compartilhar
2ª fase
  • Dados cadastrais
  • Informações sobre transações de conta corrente, de poupança, de pagamento pré-pagas, de cartão de crédito e de operações de crédito
3ª fase
  • Iniciação de transações de pagamento
  • Encaminhamento de propostas de operação de crédito
4ª fase
  • Informações sobre outros produtos, serviços e transações, como operações de câmbio, investimento, seguros, previdência complementar aberta e contas-salário
Sim. Mediante seu prévio consentimento, será possível iniciar o pagamento a partir de uma instituição prestadora de serviço de iniciação de transação de pagamento, conforme a regulamentação em vigor.
© 2021 - Todos os Direitos Reservados - Estrutura Inicial do Open Banking